Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Dissertações
Up

Dieta e helmintos parasitas dos quelônios Kinosternon scorpioides (Criptodyra: Kinosternidae), Mesoclemmys tuberculata e Phrynops geoffroanus (Pleurodira: Chelidae) de uma região semiárida, Nordeste do Brasil

File Name:
antonio marcos alves pereira- 2014 dissertao.pdf
File Size:1.27 MB
Date:30. Janeiro 2018

Ano: 2016

Orientando: Antonio Marcos Alves Pereira

Orientador: Prof. Dr. Waltécio de Oliveira Almeida

Resumo: A fauna de helmintos associada a quelônios de água doce no Brasil é pouco conhecida. Neste estudo, os quelônios de água doce Kinosternon scorpioides (Kinosternidae), Mesoclemmys tuberculata e Phrynops geoffroanus (Chelidae) coletados no Rio Cariús, localizado no estado do Ceará, Nordeste do Brasil, foram examinados quanto à presença de helmintos e composição da dieta. Cinquenta e cinco dos 63 quelônios examinados (87,3%) estavam parasitados. No total, 1.520 helmintos foram coletados, o que representa uma intensidade média de infecção geral de 27,63. Foram encontradas quatro espécies de endoparasitas, incluindo 3 espécies de Nematoda (Physaloptera retusa, Serpinema monospiculatus e Spiroxys figueiredoi) e uma de Trematoda (Gorgoderina sp.). Phrynops geoffroanus apresentou os maiores índices de prevalência (97,56%) e intensidade média (33,5), seguido por M. tuberculata (70% e 12,64, respectivamente). Em K. scorpioides foi registrada uma prevalência de 50% e intensidade média de 3 helmintos por hospedeiro. O tamanho do corpo do hospedeiro relacionou-se positivamente com a abundância de helmintos em machos e fêmeas de ambas as espécies de Chelidae. A abundância de endoparasitas foi influenciada pelo sexo apenas em P. geoffroanus, com as fêmeas sendo mais parasitadas que os machos. O dimorfismo sexual no tamanho dos hospedeiros pode ter contribuído para esse padrão. Em M. tuberculata não houve diferenças significativas na abundância entre machos e fêmeas, no entanto, indivíduos juvenis foram mais parasitados do que os adultos, possivelmente devido a variações ontogenéticas na composição da dieta. Este estudo apresenta o primeiro registro de infecção por S. monospiculatus em K. scorpioides; relata pela primeira vez Gorgoderina sp. e P. retusa parasitando P. geoffroanus, e M. tuberculata é registrado como novo hospedeiro para P. retusa e S. figueiredoi.

Palavras-chave: Composição da dieta - Endoparasitas - Nematoda - Testudines - Trematoda

 

Powered by Phoca Download

Calendário

Maio 2022
D 2a 3a 4a 5a 6a S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4