Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Dissertações
Up

Prospecção de Produtos Naturais para o Controle de Ornithonyssus bursa (BERLESE) (ACARI: DERMANYSSIDAE)

File Name:
claudia luiza paes.pdf
File Size:785.36 kB
Date:26. Setembro 2018

Ano: 2012

Orientando(a): Claudia Luiza Paes Barreto Villaça

Orientador(a): Dra. Imeuda Peixoto Furtado

Co-orientação: Dr. José Galberto Martins da Costa

Resumo: Mundialmente têm-se relatado em criações avícolas infestações do ácaro hematófago Ornithonyssus bursa (Berlese). Populações desse ácaro têm apresentado resistência aos principais acaricidas químicos, o que tem incentivado a busca por produtos naturais com propriedades acaricida. No presente estudo, teve-se por objetivo verificar a composição química e atividade acaricida dos óleos essenciais de folhas frescas de Eugenia uniflora L. (Myrtaceae) e Lippia sidoides Cham. (Verbenaceae) e do extrato etanólico de L. sidoides e Momordica charantia L. (Cucurbitaceae) sobre O. bursa. O processo de extração dos óleos essenciais e dos extratos etanólicos foi realizado no Laboratório de Pesquisa de Produtos Naturais – LPPN da Universidade Regional do Cariri - URCA. Para avaliação toxicológica sobre O. bursa testes de repelência, fumigação e efeito residual foram realizados no Laboratório de Zoologia de Invertebrados – LZI - URCA. O óleo essencial de E. uniflora apresentou os sesquiterpenos selina-1,3,7(11)-trien-8-ona (52,05%) e epóxido de selina-1,3,7(11)-trien-8-ona (47,95%) e o óleo de L. sidoides revelou timol (84,9%), ρ-cimeno (5,33%) e etil-metilcarvacrol (3,01%) como constituintes químicos majoritários. Ambos os extratos etanólicos, de L. sidoides e M. charantia, revelaram como constituintes majoritários flavonas, flavonóis, xantonas e flavononóis. Particularmente, L. sidoides apresentou alcalóides e M. charantia chalconas, auronas, flavonononas, leucoantocianidinas e catequinas. Os vapores do óleo de L. sidoides foram tóxicos para o ácaro em relação ao controle a partir do período de exposição de 48 horas nas diferentes concentrações testadas. O óleo essencial de E. uniflora e os extratos etanólicos de L. sidoides e de M. charantia mostraram-se neutros para O. bursa, em testes de repelência. O óleo e o extrato etanólico de L. sidoides não foram tóxicos quanto ao efeito residual avaliado. Atividades reveladas pelo óleo essencial L. sidoides indicam a potencialidade desse produto para o controle de O. bursa.

Palavras-chave: Eugenia uniflora, Lippia sidoides, Momordica charantia, Avicultura, Acaricidas botânicos

 

Powered by Phoca Download

Calendário

Maio 2022
D 2a 3a 4a 5a 6a S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4