Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Dissertações
Up

Diversidade e Uso de Plantas Medicinais em Uma Área de Caatinga em Aiuaba-Ce, Brasil

File Name:
2009-n6-sarah-belle-leitte-cartaxo.pdf
File Size:1.97 MB
Date:30. Janeiro 2018

Ano: 2016

Orientando(a): Sarahbelle Leitte Cartaxo

Orientador(a): Prof.a Dra. Marta Maria de Almeida Souza

Resumo: Muitos vegetais da Caatinga apresentam amplo potencial medicinal e, nas últimas décadas, levantamentos sobre o conhecimento e uso dessas espécies vêm sendo expandido nessa região. Contudo, poucos estudos foram realizados no estado do Ceará e o conhecimento desses recursos está comprometido pela perda da biodiversidade nas áreas de semi-árido. Este trabalho objetivou levantar as espécies medicinais utilizadas na comunidade Riacho da Catingueira, localizada no município de Aiuaba, Ceará, Brasil, e mostrar as plantas com destaque para estudos de bioprospecção, bem como avaliar a disponibilidade delas na área de estudo e sugerir as que têm prioridade de conservação local. Para indicar as plantas medicinais que se destacaram, foi avaliada a importância relativa das espécies citadas pelos informantes-chaves (20), pelos informantes da comunidade em geral (71) e por todos os informantes da comunidade (91). Também foi avaliado o grupo de espécies que se destacaram para os sistemas corporais com base no fator de consenso do informante. Para saber a disponibilidade das plantas medicinais lenhosas nativas, foi calculada a densidade das espécies baseada em levantamento fitossociológico realizado em 1h de área conservada. Os dados do levantamento etnobotânico e a densidade das espécies possibilitou avaliar as plantas medicinais lenhosas com prioridade de conservação local. O número de espécies registradas foi 119, servindo para sanar 92 problemas de saúde. Desse total de espécies, 100 foram citadas pelos informantes-chaves e 86 pelos informantes em geral. Dezenove espécies apresentaram grande versatilidade de uso, sendo destacadas: Myracrodruon urundeuva Allemão, Bauhinia cheilanta (Bong.) Steud., Hymenaea courbaril L., Mentha x villosa Huds., Ziziphus joazeiro Mart., Ruta graveolens L. Foram citadas exclusivamente pelos informanteschaves 33 espécies das quais nove se apresentaram com maior importância relativa, já os informantes em geral citaram 19 espécies exclusivas, sendo duas com maior importância relativa. As indicações terapêuticas foram agrupadas em 16 categorias de sistemas corporais, com maior fator de consenso entre os informantes: doenças de pele e tecido celular subcutâneo; transtorno do sistema sensorial (ouvidos); transtorno do sistema respiratório; e lesões, envenenamentos e outras conseqüências de causas externas. Essas categorias incluíram Ziziphus joazeiro Mart., Amburana cearensis (Allemão) A. C. Sm., Plectranthus amboinicus (Lour.), Anandenathera colubrina (Vell.) Brenan var. colubrina, Ximenia americana L., Myracrodruon urundeuva Allemão, Ruta graveolens L. e Mentha x villosa Huds., merecendo, assim, estudos mais aprofundados. Encontraram-se disponíveis 13 espécies medicinais, dentre elas quatro são prioritárias para serem conservadas: Myracrodruon urundeuva Allemão, Amburana cearensis (Allemão) A. C. Sm., Anandenathera colubrina (Vell.) Brenan var. colubrina e Tabebuia impetiginosa Mart. et DC.

Palavras-chave: etnobotânica, conhecimento local, semi-árido, conservação

 

Powered by Phoca Download

Calendário

Maio 2022
D 2a 3a 4a 5a 6a S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4